Currículo Vitae x Currículo Lattes: qual a diferença entre os dois?

Abril de 2020

No mercado de trabalho, o currículo é a carta de entrada para uma nova oportunidade. No entanto, é necessário adequar-se e apresentar um documento que possua coerência com a vaga pretendida.

Pensando nisso, o texto de hoje vem esclarecer uma dúvida bastante comum de quem está produzindo um currículo: qual a diferença entre currículo Vitae e Lattes?

Principais diferenças entre os dois

Apesar de ambos possuírem descrições de experiências profissionais, o objetivo de cada um é o principal ponto de divergência.

O Currículo Lattes, desenvolvido pela Plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), abarca as atividades voltadas para o mundo acadêmico e é normalmente utilizado por pesquisadores de instituições ou universidades.

Já o Currículo Vitae (CV), descreve as experiências no mercado de trabalho, pontuando serviços prestados e trabalhos desenvolvidos.

No CV, há uma breve descrição sobre o envolvimento com a academia, mas não chega a ser tão detalhado como no Lattes. O último é mais longo e possui todas as realizações do candidato, desde a escola ao nível mais elevado na universidade.

O CV permite diversas formatações, dependendo da vaga pretendida e da área de atuação do profissional. Campos mais criativos, como a Comunicação, permitem a construção de um currículo com design mais moderno e interativo.

Esse também é um ponto de divergência entre o CV e o Lattes, que possui uma formatação única para todos os profissionais. No entanto, no CV, independente da área de atuação, algumas informações, como as presentes no "Resumo", "Formação" e "Experiência", são indispensáveis.

Quando usar cada um?

Sabendo as principais diferenças entre os currículos, seu uso se torna mais simples. Para quem quer seguir a carreira como pesquisador, focar no currículo Lattes é essencial.

A plataforma Lattes pode ser utilizada por estudantes de graduação, mestrado e doutorado, além dos pesquisadores que possuem pós-doutorado.

O Lattes é utilizado para concessão de bolsas de pesquisa, além de demonstrar o nível de influência e prestígio do pesquisador. Por ser utilizado nacionalmente, todos os que almejam a carreira científica no Brasil necessitam manter o Lattes atualizado, podendo adicionar palestras realizadas, pesquisas produzidas e trabalhos em andamento.

O Currículo Vitae, por outro lado, é mais utilizado para vagas no mercado de trabalho, como vagas comerciais. No entanto, é possível adicionar experiências acadêmicas, assim como no Lattes, mas de forma resumida.

Informações que envolvam a formação do profissional e trabalhos desenvolvidos para aperfeiçoamento das habilidades são bem-vindas, mas não devem ser o destaque do CV.

Importância de um currículo bem produzido

O candidato pode até possuir todas as qualificações para conseguir o emprego, mas o currículo é quem vai determinar a chamada para uma entrevista. Não só necessariamente pelas experiências que possui, mas a organização delas no documento e o nível de importância para o trabalho almejado.

Por exemplo: para uma vaga como administrador em uma empresa, não é necessário adicionar habilidades que não contribuem para função, como corte e costura.

Quer saber se o seu currículo está de acordo com a vaga dos seus sonhos ou se há pontos para melhoria? Entre em contato conosco para uma análise gratuita!