Os setores que estão contratando em meio à pandemia

Abril de 2020

A economia mundial vem sendo duramente impactada pelos efeitos causados pela pandemia de Covid-19. Desde que as medidas de isolamento social e quarentena foram adotadas em diversos países, inclusive no Brasil, vários setores econômicos e negócios considerados não essenciais precisaram parar suas operações, a fim de cumprir com as orientações feitas pelos órgãos de saúde, como a OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Ministério da Saúde do Brasil.  

As medidas de saúde pública são fundamentais para conter a propagação do vírus e para evitar o colapso dos sistemas de saúde no mundo. No entanto, os efeitos dessas ações no médio e longo prazo terão influência direta na oferta de empregos, na renda da população e no PIB (Produto Interno Bruto). 

Especialistas em economia acreditam que essa será a pior crise econômica mundial desde a Segunda Guerra, com impacto direto no mercado de trabalho. De acordo com dados divulgados pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), 38% dos trabalhadores mundiais sentirão os efeitos resultantes da pandemia, o que corresponde a cerca de 1,25 bilhão de pessoas. 

O cenário é preocupante para muitos setores, como, por exemplo, o comércio, o turismo e a produção industrial. Em contrapartida, existem setores que estão crescendo e contratando em meio à pandemia

Além da área da saúde, que obviamente cresce e produz em um contexto de crise sanitária, existem outras áreas que também estão colhendo bons resultados neste momento. São setores que estão com vagas de trabalho abertas e oportunidades para profissionais que estejam em busca de recolocação, transição de carreira ou que desejam um novo desafio. 

Veja quais são estes setores e saiba se você pode concorrer às vagas abertas!


Áreas com vagas de trabalho durante a pandemia de Covid-19 

O setor de tecnologia e inovação, aplicativos mobile, supermercados e delivery estão muito fortes durante essa crise de saúde pública e caos sanitário. Com as pessoas em casa, cresceu a demanda por alimentos, produtos de higiene e limpeza e alimentação por delivery. 

Prova disso é que o Carrefour abriu 5 mil novos postos de trabalho em várias unidades espalhadas pelo Brasil, para suprir a necessidade dos clientes. São vagas para recepcionistas de caixa, agentes de prevenção, operadores de loja, operadores para os centros de distribuição e muitas outras posições estratégicas para a operação da rede. 

As vagas foram abertas em oito Estados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. As oportunidades podem ser consultadas no LinkedIn do Carrefour, no site Vagas.com e no 99jobs. 

A expectativa é que o setor de varejo de alimentos siga aquecido e com novas oportunidades de trabalho nos próximos meses. O mesmo acontece com o segmento das farmácias, que também está contratando mais nessa época de pandemia, com posições abertas principalmente para atendentes e farmacêuticos. 

Outro setor que está contratando em meio à pandemia é o de logística e movimentação de cargas. Com estradas mais vazias, a circulação e o escoamento de mercadorias pelo país estão mais dinâmicos e rápidos e a contratação de motoristas, caminhoneiros e profissionais para centros de distribuição também cresceu. 

Outro setor que vem crescendo na crise é o de segurança privada, em empresas de monitoramento, controle de acesso, vigilância e demais negócios da área. 


Crescimento da área da saúde

O setor da saúde é o que tem colhido mais resultados positivos com a pandemia de Covid-19. Desde que os casos de coronavírus se espalharam pelo mundo, as contratações de profissionais da saúde aumentaram de forma significativa, com destaque para as clínicas e hospitais, que precisaram contratar novos médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, biólogos, psicólogos, biomédicos, entre outros profissionais. 

O aumento da demanda nos hospitais, laboratórios e clínicas também impactou positivamente algumas áreas de prestação de serviços, como manutenção de ar-condicionado, nutricionistas, equipe de cozinha e empresas de terceirização de mão de obra. 

As indústrias fabricantes de materiais e produtos de higiene e equipamentos hospitalares também aumentaram suas linhas de produção para dar conta da nova demanda. 


Mercado da inovação 

Um setor que apareceu com destaque nessa pandemia é o de tecnologia e inovação. Com o distanciamento social e o fechamento de restaurantes para consumo no local, o uso dos aplicativos de delivery foi alavancado, abrindo oportunidades para designers, programadores, profissionais de marketing digital e e-commerces, consultores de TI, representantes e consultores de vendas, entre outros segmentos. 

Há também uma adaptação de muitas empresas do varejo para migrar suas vendas para o universo digital nesse cenário de pandemia, além de professores, educadores físicos, músicos, consultores e especialistas que estão usando os meios digitais para oferecerem seus serviços online. 

Se por um lado a economia padece em setores tradicionais, a crise de saúde pública abriu os olhos de muitas empresas, profissionais e gestores públicos para os benefícios do home office e para a importância da tecnologia. Segundo levantamento do Infojobs, as vagas para trabalho remoto cresceram 387% em março de 2020, na comparação com o mês de janeiro. 

A dica para quem está em busca de uma oportunidade de trabalho é ficar atento a essas áreas estratégicas.