Perdi o emprego e agora?

Ninguém está realmente preparado para uma demissão repentina, ainda mais na situação atual que estamos vivendo, com uma crise econômica sem precedentes, causada pela pandemia de Coronavírus. 

Para a maior parte dos profissionais que são surpreendidos pelo desemprego, a pergunta que fica é a seguinte: perdi o emprego, e agora? O sentimento inicial é sempre de decepção, insegurança ou medo do futuro. 

Dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que o número de desempregados no Brasil chegou a 14,6% no terceiro trimestre de 2020, representando 14,1 milhões de pessoas fora do mercado de trabalho. 

Para quem perdeu o emprego, a primeira dica é não se desesperar. Todo profissional passará por essa situação ao longo de sua carreira e o ponto crucial para lidar bem com uma demissão é estar preparado e ter uma boa formação, para que seja possível buscar a recolocação no mercado rapidamente. 

Especialistas em RH dão dicas de boas práticas para os casos de demissão. Veja o que fazer para passar por este período com mais tranquilidade e para correr atrás de um novo emprego!

O que fazer ao perder o emprego 

1 – Tente descansar alguns dias – Perder o emprego traz uma carga pesada de tensão, estresse e ansiedade. Depois de resolver as questões burocráticas da demissão, tire alguns dias para limpar a mente e descansar antes de começar a procurar novas vagas. Isso vai te ajudar a enxergar as coisas com mais clareza. 

2 – Controle seu orçamento – Como você não sabe quanto tempo ficará desempregado, tente controlar seu orçamento e cortar gastos não essenciais. Olhe para suas finanças e reduza as despesas mensais para que seja possível guardar parte do dinheiro da rescisão como reserva de emergência.   

3 – Fale para as pessoas que você está desempregado – Muitos profissionais sentem vergonha em dizer que perderam o emprego, mas isso é bobagem. Ser demitido é algo extremamente natural e falar sobre isso vai te dar a oportunidade de receber indicações de novos trabalhos e vagas abertas. 

4 – Atualize o seu currículo – Você deve usar esse período entre empregos para atualizar seu currículo. Fazer um curso livre de curta duração ou um workshop online é uma ótima opção para ter algo novo para colocar no documento. Essa também é uma oportunidade para redefinir seus objetivos profissionais. 

5 – Prepare-se para entrevistas de emprego – Por mais que você queira esquecer a demissão, o tema certamente será trazido à tona em futuras entrevistas de emprego. Os recrutadores costumam perguntar sobre os motivos da demissão e como era sua realidade em seu último trabalho. Por isso, prepare uma boa narrativa, conte a verdade e nunca fale mal do seu emprego anterior. 

6 – Busque oportunidades – Existem vários canais de divulgação de vagas na internet. Procure oportunidades nas redes sociais, nos sites de recrutamento, no LinkedIn e em outros lugares. Ative sua rede de contatos, selecione as empresas nas quais você gostaria de trabalhar, envie e-mails e monitore as novas vagas divulgadas e adequadas ao seu perfil. 

Conte com a CVPRAVC!

Para atualizar seu currículo e deixá-lo mais competitivo e atrativo aos olhos dos recrutadores, conte com a CVPRAVC. Nossos headhunters elaboram currículos personalizados e de alta qualidade, que vão aumentar suas chances de recolocação.