Saiba como montar um currículo mesmo sem experiência profissional

Maio de 2020

A conquista do primeiro emprego é o sonho de todo jovem que deseja alcançar a independência financeira. Entretanto, a falta de habilidades e experiências deixam muitos receosos e inseguros ao enviar o currículo para a vaga ofertada, principalmente em função do critério rigoroso adotado por alguns recrutadores.

Se você se encaixa nesse perfil, saiba que não está só, pois é comum ter medo de encarar os desafios do mercado de trabalho. Por isso, preparamos uma lista com dicas valiosas que vão auxiliá-lo a elaborar o primeiro currículo, mesmo sem ter experiência profissional.

Quer convencer o recrutador de que você é o candidato ideal? Então, continue lendo este artigo:

1. Procure ser verdadeiro

Elaborar um currículo sem ter experiência profissional é muito difícil.

Entretanto, não é colocando informações falsas que você vai conseguir chamar a atenção do recrutador, pois mais cedo ou mais tarde, ele vai descobrir, seja no momento da entrevista ou na fase de testes. Portanto, evite utilizar desses meios e busque sempre ser honesto.

2. Seja o mais direto e objetivo possível

É preciso estar ciente de que o RH analisa dezenas de currículos todos os dias, por isso evite colocar informações desnecessárias, procurando sempre ser objetivo e direto ao inserir dados e informações.

3. Inicie com informações pessoais, mas sem exageros

Os dados pessoas são uma espécie de cartão de visita e precisam conter informações claras e diretas:

• Nome completo;

• Estado civil;

• Idade;

• Endereço;

• Telefone;

• Redes sociais.

4. Dê atenção especial ao seu objetivo profissional

O currículo ideal precisa deixar claro em qual área você deseja atuar, assim fica mais fácil para a empresa saber qual cargo se encaixa melhor ao seu perfil. 

Mas, atenção! Procure ser o mais objetivo possível nesse quesito, não se estenda muito.

5. Busque dar destaque as suas experiências, mesmo aquelas que não sejam profissionais

Obviamente que, pelo fato de estar em busca do primeiro emprego, você ainda não tem experiência no mercado de trabalho.

Porém, é possível colocar nesse espaço do currículo trabalhos voluntários, transmitindo boa imagem aos recrutadores e mostrando que você é prestativo, trabalho autônomo ou, até mesmo, aquele “bico” que realizou para um amigo. 

6. Coloque os cursos que realizou

Os cursos são essenciais para que você tenha êxito no processo seletivo, uma vez que os recrutadores valorizam pessoas que buscam capacitação profissional, principalmente se relacionada à área que deseja atuar. 

Caso não tenha feito nenhum curso, procure fazer o quanto antes. 

7. Coloque suas habilidades

Tenha cuidado ao descrever suas habilidades para não passar má impressão ao estar se auto elogiando além do que deveria. 

Busque não colocar habilidades genéricas, como criatividade e proatividade, por exemplo. Foque em conhecimentos técnicos e competências que você adquiriu durante os cursos que realizou.

8. Revise seu currículo

Após ter preenchido tudo, revise quantas vezes forem necessárias para ter certeza que não existem erros de informações ou grafia. Se achar melhor, peça para outra pessoa verificar as informações contidas no documento.

É sempre bom ouvir uma segunda opinião que, muitas vezes, vê o que você não percebe.

Ainda está inseguro se o seu currículo vai passar boa impressão ao recrutador? Então, entre em contato conosco para uma análise gratuita.